Programação de CLP e sua evolução


Um Controlador Lógico Programável, comumente conhecido pela siga CLP, ou até mesmo PLC, do inglês Programmable Logic Controller é um computador dedicado especialmente para utilização na indústria, pois deve suportar condições extremas de operação. O CLP começou a ser introduzido aproximadamente há 40 anos pelo seu idealizador Dick Morley; e diferentemente de um computador comum permite que o próprio usuário crie a programação de acordo com cada rotina do seu processo, ou seja, sua lógica não é fixa como no processador de um computador comercial e é daí que surge uma das profissões mais importantes para a indústria, a programação de CLP.

A programação de CLP inicialmente era feita na linguagem ‘LADDER’, o que foi um facilitador no processo de aceitação da tecnologia, por se tratar de uma linguagem de programação gráfica, muito parecida com os diagramas elétricos que os eletricistas já estavam habituados a interpretar. Por sua vez, o LADDER surgiu na Alemanha, antes mesmo da invenção do CLP e era utilizado para projetar circuitos elétricos à relés.

Com o aumento da necessidade de automatização das fábricas, consequentemente fez-se quase que obrigatória a criação de novas linguagens de programação de CLP, pois a linguagem LADDER permitia apenas criação de lógicas binárias (Contatos e Bobinas).

Hoje em dia, a programação de CLP é feita de acordo com a norma IEC61131-3, a norma rege os padrões para programação de CLP’s e as linguagens especificadas nela são: Ladder, SFC (Sequential Function Chart), FBD (Function Block Diagram) e ST (Structured Text). Sendo que as mais utilizadas são Ladder e FBD, justamente por serem linguagens gráficas, ou seja, de fácil entendimento.

O SFC também é uma linguagem gráfica, mas sua aceitação é menor. Ela pode ser mais facilmente encontrada em indústrias de processos, dessa forma o SFC ajuda (e muito) na identificação de falhas, pois é possível visualizar exatamente onde o processo está parado.

Seguindo cronologicamente na evolução, surgem as redes industriais de comunicação, o que permitiria a integração entre CLP’s dentro de uma mesma fábrica, por exemplo. Mas sobre esse assunto preferimos ter uma abordagem mais detalhada em outra oportunidade.

Fato é que, esses tais computadores industriais tornam-se cada vez mais robustos e poderosos.

Atualmente já existem grandes empresas trabalhando no desenvolvimento de uma plataforma que seja capaz de gerar toda a programação automaticamente a partir apenas do diagrama elétrico do projeto. Ainda não se sabe ao certo quando isso será realidade, porém esse é um grande desejo de grandes clientes, que pagam incontáveis horas de trabalho para técnicos capazes de realizar a programação de CLP’s.

A PYRAMIDE CONTROLS realiza trabalhos de programação de CLP’s e apesar de essa ser uma de nossas fontes de recursos, nós somos jovens e acreditamos que a tecnologia pode ser utilizada para o bem, por isso apoiamos toda e qualquer tipo de evolução e buscamos sempre evoluirmos juntos, assim fornecendo serviços de qualidade e alinhados com a expectativa do mercado brasileiro.

Posts Recentes
Arquivo
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square